fanzines de banda desenhada

quarta-feira, março 12, 2008

Tertúlia BDzine - nº 100 - Março 2006




Dois anos depois da data em que deveria ter sido editado, o Tertúlia BDzine nº 100 foi finalmente distribuído, em 4 de Março de 2008 (já vai no nº 123), aos participantes da Tertúlia BD de Lisboa.
O que aconteceu? Longa e demorada história, decerto. Só para dar uma ideia, direi que o argumento tinha sido escrito por David Soares há alguns anos, e nessa altura entregue ao desenhador que se tinha prontificado a transformá-lo em imagens. Todavia, aconteceu a este terem-lhe roubado as pranchas que já estavam prontas para a publicação, prevista para meados de 2005. Desmoralizado, e assoberbado de trabalho, adiou a realização para Dezembro desse ano, o que não aconteceu. Nem tão pouco nos dois anos seguintes. Até que o próprio argumentista, que também desenha (e bem) resolveu este ano de 2008, em meados do passado mês de Fevereiro, fazer ele mesmo a parte da ilustração, tendo a colaboração de Mário Freitas a arte-finalizar.
O resultado fica aqui visível neste "post", e, na minha opinião, a banda desenhada Tertúlia do Horror - O Sinistro Monstro do Pântano está excelente (com um protagonista, "o guardião da tertúlia" que me fez ficar a pensar "donde é que eu conheço esta cara?").
As peripécias do que aconteceu irão ser narradas pormenorizadamente pelo próprio desenhador que estava previsto inicialmente ser o autor da bd, no seu blogue (conforme ele me disse). Quando isso suceder, indicarei aqui o endereço, porque também tenho bastante curiosidade em apreciar essa outra versão que foi inciada e iria ser publicada, e que só não foi porque considerei que esperar dois anos era mais do que suficiente. Como se depreende, apesar de estarem a ser feitas para eu editar, nunca cheguei a ver essas pranchas, apenas tive oportunidade de ver a capa (ou primeira prancha da bedê) que esteve exposta na 1ª edição do Festival de Banda Desenhada de Beja, em Abril de 2005.
-------------------------------------------------
Mais uma achega acerca desta óptima banda desenhada pode ser vista/lida no meu outro blogue Divulgando Banda Desenhada, no endereço:
-------------------------------------------------
Tertúlia BDzine - nº 100 - 7 Março 2006 (*)
Formato A4 - 4 páginas
Fanzine aperiódico de distribuição gratuita na Tertúlia BD de Lisboa
Editor: Geraldes Lino
Apartado 50273
1707 - 001 Lisboa
(*) Na realidade, este nº 100 apenas foi editado dois anos mais tarde, em 4 de Março de 2008
-------------------------------------------------------------------
Nota "a posteriori"
Acerca deste mesmo assunto há um texto no blogue Espírito Crítico, no endereço
escrito por um dos participantes neste curioso episódio, Mário Freitas, o artefinalista da banda desenhada em questão, conhecedor, ao pormenor, do ocorrido, autor igualmente de um elucidativo comentário acerca da dita banda desenhada no blog http://divulgandobd.blogspot.com/ em Março, 21

4 Comentários:

Às 2:22 da tarde , Anonymous MP3 e MP4 disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the MP3 e MP4, I hope you enjoy. The address is http://mp3-mp4-brasil.blogspot.com. A hug.

 
Às 5:52 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Gosto sinceramente da forma, como consegue passar este texto inteiro, sem dizer o nome do artista vítima do assalto das pranchas. Nesse sentido e sendo Portugal, um cantinho à beira mar plantado, quem sabe se não nos cruzaríamos um dia, com as ditas pranchas por aí?

Dou comigo a pensar qual o motivo dessa omissão e fico com a ideia que será o historial da pessoa em questão, que não se enquadra com tal desculpabilização e esperança de ver esse trabalho um dia publicado.
Sei que o Lino, é um cavalheiro e escreve este texto com a maior das considerações por todos os intervenientes, mas do que conheço deste senhor, apenas lhe digo:"
Enquanto há vida, há esperança."

Sei isso sim, que o texto merecia maior consideração e todos os esforços seriam poucos para que se evitassem dois anos de espera.

O assobiado,
Fernando Dordio Campos

 
Às 6:52 da tarde , Blogger Geraldes Lino disse...

Caro Fernando Dordio (julgo que é este o seu nome literário, na qualidade de argumentista/guionista.
Derivado deste seu comentário, acrescentei um "link" no fim do "post" a que você se refere. Seguindo o dito cujo "link", você vai ter ao blogue "Espírito Crítico", pertencente ao nosso comum amigo Mário Freitas, que também escreveu a sua versão, bem como expressou a sua opinião, acerca deste insólito caso, de que ele próprio participou, enquanto artefinalista da banda desenhada em causa.
Como poderá verificar, o Mário Freitas também não menciona o nome do tal desenhador, tal como eu, o que lhe provocou, a si, a simpática atribuição, a mim, da categoria de "cavalheiro".
Abraço.

 
Às 2:45 da manhã , Blogger #TrecKo# disse...

#Gostei muito das ilustrações cara!#
eu escrevo um zine chamado, #Trecko#
to começando meu blog agora!
Queria saber se vc faz trocas de zines???
=]
flwwwz abraz!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial