fanzines de banda desenhada

quinta-feira, fevereiro 28, 2008

Tertúlia BDzine - nº 121 - Janeiro 08


Astérix e Obélix meteram-se inadvertidamente numa máquina do tempo, e de repente estavam em Lisboa, junto ao monumento fálico homenageante do 25 de Abril, em pleno Parque Eduardo VII. Inacreditável? Num fanzine tudo é possível, e na banda desenhada idem,idem, aspas, aspas...
Quem se lembrou de coisa tão mirabolante? Dois bedéfilos, hoje já amigos, que se conheceram na Tertúlia BD de Lisboa (não é por acaso que esta bedê foi publicada no Tertúlia BDzine), um desenha, o C. Moreno, o outro escreve, o G. Lino (este nome não me é estranho...), um deles desenhou o "pastiche" à maneira de Uderzo, o outro parceiro delineou o argumento.
Claro que este episódio apenas ficará conhecido por umas dezenas de bedéfilos, em virtude de o Tertúlia BDzine, um fanzine de quatro páginas apenas, ter distribuição restrita, como sempre acontece, a quem participa nos encontros bedéfilos da Tertúlia BD de Lisboa, neste caso no realizado no dia 1 de Janeiro (*)

(*) Sim, apesar de feriado a TBDL efectuou-se, porque o espaço onde a dita cuja se acolhe é um modesto restaurante cuja dona o abre sempre, mas sempre, para que os encontros da TBDL nunca, mas nunca, deixem de se realizar.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial