fanzines de banda desenhada

segunda-feira, julho 10, 2006

Sketch Book BD Magazine - nº 3 - Maio 2006

Capa do fanzine Sketch Book BD Magazine, da autoria de J.Mascarenhas
Capa do fanzine Sketch Book BD Magazine, da autoria de José Aguiar

Nota: uma das muitas liberdades possíveis num fanzine é, por exemplo, ter mais do que uma capa. É o que acontece com este nº 3, que se apresenta com duas capas, com autorias de J. Mascarenhas e José Aguiar (tendo havido a hipótese de uma terceira que (des)graças a desentendimento entre o seu autor, Daniel Maia, e o editor, não chegou a ser aproveitada).

(Aqui que ninguém nos ouve, caro Diogo Valadas, será que ainda conseguirei um exemplar de cada?) *

*O "post" neste momento - 19h15 de 8 de Agosto - acaba de ser valorizado com a capa de J. Mascarenhas, e o texto devidamente corrigido em conformidade. Maravilhas dos "blogs", em detrimento da edição em papel, que já não poderia alterar. E, em devido tempo, um muito obrigado ao Diogo Valadas, por dois motivos: por ter visitado este blogue, e por ter satisfeito o meu pedido. Abraço e saudações bedéfilas.
Prancha da bd Todas as noites o mesmo, da autoria (desenho e argumento) de Gabriel Evangelista (GeVan)

Um dos aspectos que valorizam este fanzine - além da muito boa mancha gráfica, e do papel de gramagem bem escolhida - é a diversidade estilística dos vários colaboradores.

Gabriel Evangelista - autor da prancha acima reproduzida - tem um estilo muito simples, muito linha clara, que funciona agradavelmente. As figuras que constrói têm algo de geométrico, mas que acabam por compor uma imagem global movimentada e harmoniosa, também graças às suaves tonalidades escolhidas com bom critério estético.

Raquel Laranjo é autora da estupenda bd (em termos gráficos) Emo Boys, de que apenas fico com alguma surpresa no tom irónico adoptado na análise da tribo urbana que coexiste geracionalmente (suponho eu) com a Raquel. Faz-me lembrar aquelas pessoas conservadoras que, noutra geração, criticavam as cabeleiras eriçadas de outra tribo urbana, a dos "punks" e que, mais tarde - embora de forma mais atenuada - passaram a usar penteados semelhantes. Mas, claro, cada autor-artista é livre de registar, ironicamente ou não, aspectos da época a que pertence. Fico à espera, com muita curiosidade, de mais trabalhos.

Sketch Book BD Magazine - nº 3 - Junho 2006 - Direcção: Ricardo Cardoso - Editor: Diogo Valadas - Design e Paginação: Estéfano Gomes - Endereço: [Pinhal Novo]

Nota: Na ficha técnica não indica endereço físico, apenas o seguinte e-mail: in_comics_ we_trust@hotmail.com
-----------------------------------------
Quem estiver interessado em apreciar, mesmo que parcialmente (apenas uma prancha) de outra das bedês reproduzidas neste fanzine (Emo Boys, da autoria de Raquel Laranjo), tem de ir ao blogue Divulgando Banda Desenhada, clicando no endereço abaixo
http://divulgandobd.blogspot.com

5 Comentários:

Às 9:11 da manhã , Blogger gevan disse...

Viva Geraldes tudo bem?
Ando com menor disponibilidade para poder andar aqui nestas andanças da net mas aqui vai um abraço!..
Ainda espero um dia poder ir a uma das suas tertulias!..
Um abraço!

 
Às 5:41 da tarde , Blogger Geraldes Lino disse...

Viva gevan
De promessas está o inferno cheio...
Você um jovem super-ocupado (a propósito: quando é que o seu fanzine Cag'Anita volta a aparecer?), nem nas férias escolares tem tempo para vir a Lisboa. E estamos a falar de um país pequeno...

 
Às 1:21 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it » »

 
Às 9:07 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

That's a great story. Waiting for more. film editing schools

 
Às 7:59 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

Looking for information and found it at this great site... » » »

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial