fanzines de banda desenhada

sábado, outubro 14, 2006

Shock - nº 25 - Agosto 06


Capa do fanzine Shock (1ª tiragem) numa composição/montagem da autoria de Estrompa

Se por acaso forem ao alfarrabista Vilelivros, virem lá à venda o fanzine aqui registado, e detectarem pequenas diferenças gráficas em relação à capa visível neste "post", ficam já a saber que se trata de uma 2ª tiragem, em que Estrompa, o autor da capa e de quase todas as bandas desenhadas (excepto a bd Henry, por Hitsh Cok, uma montagem com imagens extraídas de obra alheia), resolveu fazer alterações, incluindo o acréscimo de uma separata de quatro páginas.

Prancha da bd A noite da tua morte, bitch, da autoria (argumento e desenho) de Estrompa

O fanzine Shock já teve vários editores, tendo sido Luiz Beira (eu próprio colaborei no nº 0) o primeiro, passando depois por vários responsáveis, entre os quais Luís Louro, até que ficou totalmente entregue nas mãos de Estrompa.
Após um longo interregno de vários anos, em que desapareceu da circulação fanzinística, reapareceu pelas mãos deste último, a funcionar como editautor.
No presente número, todavia, a tarefa de editar ficou a cargo de José Vilela, (na sua recém-criada editora Bonecos Rebeldes) fazendo Estrompa - um autêntico one man show - todo o resto, que não é pouco: capa e planificação do apelativo fanzine, argumento, desenho e arte-final das cinco bedês que o preenchem, com os seguintes títulos:

1.Fucker, nem tudo que luz é ouro - que deu azo à bd homónima, sintetizada numa só prancha, que seleccionei para o semanário Mundo Universitário, visível no "post" datado de 2006,Jun. 8, no blogue http://divulgandobd.blogspot.com
2.O Beijo Mortal - uma bd valorizada por excelente e sentida trama ficcional
3.O Carneiro bate à porta - curto episódio (2 pranchas) de fundo brejeiro
4."E o malandro sou Eu?" - bd numa só vinheta-prancha, em estilo opinativo
5.A noite da tua morte, bitch - policial xunga localizado no "bas-fond" lisboeta
E ainda dois contos, assinados por pseudónimos (que atribuo ao acima citado multifacetado autor):
Um conto no escuro ou... Uma passageira na chuva, por Raymund Xandeler
A 1ª Vez, por Kris Stronnp

É também dele (conheço-lhe o estilo brincalhão há muitos anos) o aviso nas duas últimas linhas da ficha técnica:
êrrus urtográficus?
Kaga nyço!
Claro que isto é uma brincadeira ortográfica, perfeitamente compreensível e aceitável, habitual no Estrompa ao longo do Shock e não só. Já não poderei dizer o mesmo de cilicone (erro visível na 1ª tiragem, e se fosse brincadeira não teria sido, como foi, corrigido na 2ª), e oxisnada, que a segunda tiragem herdou da primeira).

Shock
nº 25 - 1ª tiragem (60 exemplares), Agosto 2006; 2ª tiragem (30 ex.), Outubro 2006
Formato A4
Capa e contracapa a cores
Miolo da 1ª tiragem: 30 páginas a preto e branco
Miolo da 2ª tiragem:
Editor: Bonecos Rebeldes
Lisboa


2 Comentários:

Às 1:18 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

porque é que estes fanzines não têm um endereço de e-mail?

Seria bem mais fácil contactá-los para conseguir comprar um exemplar.

Já me aconteceu com vários, nomeadamente com o boletim do CPBD.

 
Às 7:41 da tarde , Blogger Geraldes Lino disse...

Não indico e-mail porque o Estrompa não usa essas "modernices"... Quanto ao do CPBD, que é uma entidade actualmente incontactável, porque quem edita o Boletim CPBD, um entusiasta aparecido tardiamente, mas também avesso a "modernices" (nem telemóvel usa... Além de que o Boletim CPBD é feito apenas em tiragem limitada para uma dúzia de interessados (o clube já não tem sócios, os que havia não pagavam quotas, por isso deixou de haver essa preocupação.
Mas também há fanzines que indicam e-mail, e desses tenho dado conhecimento.
Só que o amigo visitante apontou logo para dois dos mais "difíceis"...
Entretanto, o Estrompa vai ser o homenageado da Tertúlia BD de Lisboa, no próximo encontro do dia 7 de Novembro, e já me disse que vai levar exemplares para venda.
Se estiver interessado em ir à tertúlia, e assim conseguir obter o exemplar do fanzie "Shock", escreva-me para:
Apartado 50273
1707-001 Lisboa

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial