fanzines de banda desenhada

terça-feira, agosto 22, 2006

Fanzines estrangeiros (III) Manicomics - o fanzine vencedor no evento brasileiro "HQ Mix" 2005

Capa do fanzine Manicomics nº 33 - Junho 2006

Dez anos de publicação, trinta e três números editados. Ou seja: três números saídos anualmente, a plena demonstração prática de que a cadência editorial fanzinística brasileira é muito semelhante à portuguesa.
Leia-se um curto extracto do editorial, escrito por JJ Marreiros:

"Saiu o resultado do 18º HQ Mix e... tcharããã...
...O Manicomics foi eleito, por profissionais da área, pela terceira vez, o Melhor Fanzine do Brasil!"
"(...)A cada dia surgem novas publicações, a cada mês a qualidade dos zines brasileiros melhora e abriga a produção de muitos artistas talentosos que não têm outro meio para publicar, dado o fato das indústrias de enlatados ser muito forte no país:)"

Eu acrescentaria, em português de Portugal: de facto, a indústria de enlatados ocupa demasiado o tempo da televisão e, em resultado disso, o tempo das pessoas (adultos e jovens, claro).
Mas falemos de coisas sérias. De fanzines, por exemplo.
O Manicomics é, tudo leva a crer, uma mostra exemplar da edição alternativa brasileira, visto que, num universo de, pelo menos, muitas centenas de títulos (calculo eu) que se editam anualmente pelo vasto Brasil, ele já obteve por três vezes o prémio HQ Mix para o melhor fanzine brasileiro: em 2001, 2004 e 2005.

Saravá, JJ Marreiro, editor, Allan Goldman e Daniel Brandão, do conselho editorial, e autores (euh... ok, ok, quadrinhistas) das bandas desenhadas (euh... ok, ok, histórias em quadrinhos, sim sim, as HQ).

E, já agora, uma curiosidade minha: quem faz a boa revisão ortográfica (é uma coisa que também aprecio bastante fazer)? Como se pode ler na ficha técnica, com muita graça: "Revisão: É importante paca, se não sai um monte de herro:)"
Prancha inicial do episódio A Mulher- Estupenda em O Planeta Condenado!, da autoria (desenho e argumento) de JJ Marreiro

A Mulher-Estupenda (piscar de olhos a um dos alter-ego de Calvin, o "homem estupendo") é uma banda desenhada (ou seja, uma história em quadrinhos, versão em português do Brasil) em registo realista-caricatural, impecável, do talentoso e ecléctico JJ Marreiros, que é também o editor (e que teve a amabilidade de me enviar este exemplar - já agora, se ler este "post", onde é que obteve o endereço do meu apartado dos correios).
Há ainda uma outra bd, em registo cómico, de muito bom nível, protagonizada por um tal "Bezerro Bizarro" no episódio "Golpe de Mestre", da autoria de Lene, que serve de contraponto às restantes peças de figuração narrativa, uma banda desenhada humorística praticamente sem palavras e com muita graciosidade.

Prancha da bd A Origem de Cariawara, com desenho de Ronaldo Mendes e argumento de Daniel Brandão

Ronaldo Mendes, que demonstra elevado talento na obra "A Origem de Cariawara" é entrevistado neste número (por JJ Marreiro, claro), e diz, a certa altura, o seguinte:

(..) Infelizmente no Brasil a maioria dos quadrinhistas não consegue se sustentar fazendo apenas quadrinhos. Eu sou um deles."

Esta frase parece ser dita por algum analista do panorama bedéfilo português, tão perfeitamente se aplica à realidade dos artistas portugueses que gostariam de se dedicar em exclusivo à BD, mas que só conseguem subsistir fazendo banda desenhada, ilustrando livros (escolares, por exemplo) e trabalhando também no campo do desenho animado (ou cinema de animação, expressão preferida actualmente).
--------------------------------------------
Manicomics
Formato A5
28 páginas (capas incluídas) a preto e branco
Capa dura em cartolina (quando a capa passa a ser em papel, é por já se terem esgotados os primeiros 100 exemplares - informação obtida na resposta à carta dum leitor)
Editores:
Impossíveis
Cx. Postal 52897
CEP 60151-970
Fortaleza - CE
Brasil

Pedidos para:
Manicomics
A/c de JJ Marreiro
(no endereço acima indicado)

----------------------------------------------
"Post" remissivo
Nesta rubrica Fanzines estrangeiros está referenciado outro fanzine. Visitar, na data indicada: 2006
(II) Maio, 13 - We, the dogs
(I) Fev. 4 - Mycose

-----------------------------------------------

A contracapa do fanzine pode ser vista no blogue Divulgando Banda Desenhada, no endereço:

http://divulgandobd.blogspot.com

Etiquetas:

12 Comentários:

Às 3:44 da tarde , Blogger maurobindo disse...

Olá Geraldes. Sou visitante assíduo de ambos os seus blogs dedicados à Banda Desenhada, nos quais presta um excelente serviço ao público admirador, e não só, deste meio, que infelizmente em Portugal teima em não expandir. Tenho visto e lido algumas coisas sobre as várias fanzines que coloca ao nosso dispor. A manicomics despertou-me especial interesse entre as "lá de fora", e gostava de saber se basta escrever para a morada que colocou no final do post para ter acesso aos exemplares que vão saindo, ou se há uma forma mais rápida de contactar a "moçada" brasileira por e-mail, de forma a facilitar tudo? Obrigado pelo tempo e pela dedicação. Um grande abraço.

P.S. - Gostaria de saber se este blog e o outro, podem fazer parte da lista de links do meu blog 9ªArte? Seria um prazer. Obrigado.

 
Às 9:03 da tarde , Blogger Geraldes Lino disse...

Caro Maurobindo
Depois de ter lido todo o meu texto em que falo "dos fanzines", "de um fanzine", e os brasileiros também dizem e escrevem "os fanzines" (assim, como os espanhóis dizem "los fanzines", os franceses escervem "un fanzine"), você, como se não fosse nada consigo, como se todos nós estivessemos a dizer uma asneira, você escreve "a fanzine"...
O endereço electrónico do fanzine "Manicomics" é
manicomics@bol.com.br
Mas, por favor, diga "o fanzine Manicomics", não vão os brasileiros pensar que, nós, portugueses, dizemos "a fanzine", o que só acontece a quem não conhece o assunto.
Abraço.

 
Às 3:23 da tarde , Blogger maurobindo disse...

Obrigado pelo esclarecimento, certamente não voltarei a repetir o erro. É verdade que não percebo do assunto, ficou bem explícito no texto que escrevi, daí a asneira ser minha e não sua, nem dos brasileiros, nem dos espanhóis ou franceses. Obrigado pelo e-mail da "galera" do fanzine "Manicomics".

P.S. - Aproveito para voltar a perguntar aquilo que escrevi no post anterior, que me parece ter-lhe passado despercebido: Gostaria de saber se este blog e o outro, podem fazer parte da lista de links do meu blog 9ªArte? Seria um prazer. Obrigado.

Abraço

 
Às 6:37 da tarde , Blogger Geraldes Lino disse...

Olá Maurobindo
Respondendo (só agora, peço desculpa) ao seu pedido de meter estes meus dois blogues na sua lista de favoritos no seu blogue 9ª Arte, a minha resposta é: com certeza. E obrigado.

 
Às 9:36 da tarde , Anonymous JJ Marreiro disse...

Olá, turma!

Achei engraçado o debate sobre a fanzine ou o fanzine:) No caso do Brasil existe o uso do termo "a fanzine" quando entendemos fanzine como forma contrata de fanatic magazine", ou no caso de "a Manicomics" referindo-se a (revista independente) Manicomics. Legal perceber essas diferenças na fala e escrita entre o uso da lingua do lado de cá e o lado daí.
Tudo de bom!
ass. JJ Marreiro

 
Às 5:28 da tarde , Blogger Geraldes Lino disse...

Caro JJ Marreiro
Parece que o vírus de mudar o género do termo "fanzine", do masculino para o feminino.
Você diz - apresentando-se como porta-voz de todos os fanzinistas (ou fanzineiros, como vocês dizem),"no Brasil existe o uso do termo "a fanzine". Ora eu já estive mais do que uma vez no Brasil e, em especial no Nordeste, contactei com editores de fanzines e autores (isto há uns 15 anos) e todos diziam "os fanzines".
Aliás, sugiro-lhe que visite o sítio kplus.cosmo.com.br/materia de Edgard Guimarães, um veterano estudioso brasileiro da especialidade.
Também gostaria que visitasse o meu "Sítio dos Fanzines", no endereço http://geocities.yahoo.com.br/fanzinelandia
onde tenho um texto intitulado "Fanzines e fanálbuns - Definições, polémicas e balanço de 1998", q

 
Às 5:37 da tarde , Blogger Geraldes Lino disse...

A minha primeira frase ficou truncada. Eu ia a escrever: "parece que o vírus de mudar o género à palavra "fanzine" do masculino para o feminino está a chegar ao Brasil", onde sempre se disso "o fanzine".
De facto, como você diz (e isso é histórico, nenhum de nós está dizer algo de novo) o neologismo fanzine vem da contracção da palavra fan (fã, em porutuguês) e a última sílaba da palavra magazine´, sendo que isso significa que "um fanzine é um magazine feito por um fã", ou seja, o género da palavra é definido pelo género do substantivo masculino magazine. De resto a palavra já está dicionarizada, já tem verbete em mais do que um dicionário em Portugal. Aliás, um grande dicionário é o do António (ou Antônio, como vocês escrevem) Houaiss. Vá lá ver a palavra "fanzine", se me faz esse favor.
Abraço.

 
Às 12:22 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

[u][b]Xrumer[/b][/u]

[b]Xrumer SEO Professionals

As Xrumer experts, we secure been using [url=http://www.xrumer-seo.com]Xrumer[/url] for a wish time conditions and know how to harness the titanic power of Xrumer and build it into a Banknotes machine.

We also yield the cheapest prices on the market. Many competitors see fit charge 2x or consistent 3x and a end of the opportunity 5x what we responsibility you. But we maintain in providing gigantic service at a tearful affordable rate. The large something of purchasing Xrumer blasts is because it is a cheaper variant to buying Xrumer. So we aim to abide by that mental activity in mind and afford you with the cheapest grade possible.

Not just do we take the most successfully prices but our turnaround heyday after your Xrumer posting is super fast. We intention take your posting done to come you know it.

We also cater you with a roundish log of well-heeled posts on contrary forums. So that you can catch a glimpse of also in behalf of yourself the power of Xrumer and how we get harnessed it to gain your site.[/b]


[b]Search Engine Optimization

Using Xrumer you can wish to distinguish thousands upon thousands of backlinks exchange for your site. Myriad of the forums that your Site you will be posted on get great PageRank. Having your association on these sites can deep down mitigate found up some crown dignity back links and uncommonly riding-boot your Alexa Rating and Google PageRank rating owing to the roof.

This is making your position more and more popular. And with this inflate in popularity as grammatically as PageRank you can envisage to witness your site in effect rank high in those Search Locomotive Results.
Transport

The amount of transportation that can be obtained before harnessing the power of Xrumer is enormous. You are publishing your situation to tens of thousands of forums. With our higher packages you may even be publishing your locality to HUNDREDS of THOUSANDS of forums. Imagine 1 collection on a popular forum will by enter 1000 or so views, with communicate 100 of those people visiting your site. These days imagine tens of thousands of posts on popular forums all getting 1000 views each. Your shipping longing go because of the roof.

These are all targeted visitors that are interested or curious far your site. Assume how divers sales or leads you can execute with this colossal figure up of targeted visitors. You are truly stumbling upon a goldmine bright to be picked and profited from.

Remember, Transport is Money.
[/b]

BECOME ENTHUSIASTIC ABOUT YOUR TWOPENNY DEFAME TODAY:


http://www.xrumer-seo.com

 
Às 4:26 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

[B]NZBsRus.com[/B]
Escape Laggin Downloads With NZB Files You Can Instantly Search High Quality Movies, Console Games, Music, Applications and Download Them @ Dashing Speeds

[URL=http://www.nzbsrus.com][B]NZB[/B][/URL]

 
Às 11:06 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

You could easily be making money online in the undercover world of [URL=http://www.www.blackhatmoneymaker.com]blackhat community[/URL], It's not a big surprise if you don't know what blackhat is. Blackhat marketing uses not-so-popular or not-so-known ways to build an income online.

 
Às 8:09 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

[url=http://www.onlinecasinos.gd]online casino[/url], also known as settled casinos or Internet casinos, are online versions of routine ("cobber and mortar") casinos. Online casinos ok gamblers to bizarre up and wager on casino games capital of the Internet.
Online casinos superficially put up odds and payback percentages that are comparable to land-based casinos. Some online casinos assert on higher payback percentages against daring gismo games, and some cause known payout behalf audits on their websites. Assuming that the online casino is using an correctly programmed unsystematic uncountable generator, forward movement games like blackjack enthral warrant an established congress edge. The payout joint under the aegis regardless of these games are established during the rules of the game.
Uncountable online casinos engage senseless of the closet or latch on to check in to grips with their software from companies like Microgaming, Realtime Gaming, Playtech, Wide-ranging Toilet Technology and CryptoLogic Inc.

 
Às 11:46 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

[url=http://www.realcazinoz.com]casinos online[/url], also known as accepted casinos or Internet casinos, are online versions of ancestral ("buddy and mortar") casinos. Online casinos legalization gamblers to assess as chore in and wager on casino games all at large the Internet.
Online casinos for the most as regards importune on odds and payback percentages that are comparable to land-based casinos. Some online casinos instal forth higher payback percentages in the servicing of unawareness defender games, and some egg on extinguished payout concord audits on their websites. Assuming that the online casino is using an suitably programmed unsystematic innumerable generator, itemize games like blackjack need into one's possession an established shilling-mark edge. The payout participation during these games are established at the end of one's tether with the rules of the game.
Numerous online casinos come down with or realize their software from companies like Microgaming, Realtime Gaming, Playtech, Pandemic Contrivance Technology and CryptoLogic Inc.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial