fanzines de banda desenhada

sexta-feira, maio 25, 2007

Temas para o fanzine Tertúlia BDzine à disposição dos colaboradores

Cenário: Lisboa - Tema em que se inclui a prancha acima reproduzida, excerto da bd O Menino Triste. O Sorriso, da autoria de J. Mascarenhas, publicada no fanzine Tertúlia BDzine nº 105, de 5 Set. 2006
-----------------------------------------------------------
A partir de 2000, para este fanzine passei a preferir bandas desenhadas que desenvolvessem determinados temas.
E assim tem acontecido nestes mais recentes sete anos, com temas sugeridos por mim, ou até, em casos esporádicos, a criar temas em função dos argumentos das bandas desenhadas que me oferecem para publicação no Tertúlia BDzine (quatro páginas a preto e branco, formato A4, o que permite a criação de episódio autoconclusivo em quatro pranchas, ou uma capa e três pranchas).
A preferência (praticamente a exclusividade) na publicação é dada aos autores (veteranos e novos) participantes na Tertúlia BD de Lisboa, visto o fanzine ser para distribuição gratuita naquela associação informal.
-------------------------------------------------------
Eis os temas já tratados, aqui colocados por ordem alfabética:
1. Admirável Mundo Novo? (Nota: Este tema foi criado posteriormente ao presente "post")
2.Batalhas do Futuro
3. Cenário: Lisboa (ver imagem no topo do "post")
4. Cenas Bizarras
5. Cenas da História de Portugal
6. Coisas que você queria saber sobre sexo na vida dos Super-Heróis e nunca lhe tinham mostrado


Coisas que você queria saber sobre sexo na vida dos Super-Heróis, e nunca lhe tinham mostrado foi o título do tema que me ocorreu para a banda desenhada que José Lopes apresentou para publicação (ver prancha acima) - in Tertúlia BDzine nº 83 - Out. 2004

7. É Natal, ninguém leva a mal :-)
8. Espada e Feitiçaria
9. Eu não creio em bruxas mas que as há, há... na BD


Guerras do nosso descontentamento - tema em que se inclui a prancha acima, referente à bd The Last Waltz, da autoria de António José Lopes, publicada no Tertúlia BDzine nº 90, de 5 Abril 2005

10. Guerras do Nosso Descontentamento
11. Homem versus Robô
12. Homenagens aos Heróis da BD em aniversários "redondos": Dick Tracy, Spirit, Super-Homem, Tintin

13. Humor e/ou Sátira Social

Mangá made in Portugal - tema em que se inclui a prancha acima reproduzida, da autoria da mangaka Vanessa Nobre, excerto da mangá Noeru, reproduzida no fanzine Tertúlia BDzine nº 108, de 5 Dez. 2006

14. Mangá made in Portugal

"Pastiches" à Portuguesa - é o tema que serviu de mote à banda desenhada Molto Portoghese, da autoria de Ferrand (Ricardo Ferrand). A imagem acima reproduzida representa a primeira prancha da paródia envolvendo a emblemática personagem Corto Maltese

15. "Pastiches" à Portuguesa
16. Poesia em Banda Desenhada


Entrevista com o consagrado Pedro Massano para o tema Quem é Quem no Tertúlia BDzine, publicada no nº 79 (1 Junho 2004) deste fanzine, para onde também já foram entrevistados vários outros colaboradores: Álvaro, Estrompa (este com texto biográfico escrito pelo editor do zine), José Abrantes, Mota, Zé Manel.

17. Quem é Quem no Tertúlia BDzine
18. Sonhos & Pesadelos
19. Super-Heróis no Ano 3000

Super-Heroínas no Ano 3000 é o tema em que se baseou Maria João Careto para criar a banda desenhada em quatro pranchas intitulada Emília, Super-Heroína
in Tertúlia BDzine nº 51, de 1 Jan. 2003

20. Super-Heroínas no Ano 3000


Capa do nº 82 do Tertúlia BDzine, editado em 3 de Agosto de 2004, com a imagem d'A Infame Pão de Law, personagem criada na totalidade (argumento e desenho) por Daniel Maia. para o tema Super-Vilãs no Ano 3000

21. Super-Vilãs no Ano 3000 Super Heroínas versus Super-Vilãs no Ano 3000 é o tema em que se encaixa a banda desenhada com o título Highlights, da autoria da dupla Zé Francisco (autor do desenho) e Véte (autor do argumento)
in Tertúlia BDzine nº 102, 29 Abril 06

22. Super-Vilãs versus Super-Heroínas
23. Super-Vilões no Ano 3000
24. 3001 Odisseia no Futuro
-----------------------------------------------------------
Não pelo aspecto do objecto artístico/literário, que apenas sobressai pela simplicidade, mas sim pela abrangência dos temas, e a qualidade dos autores/artistas colaboradores, entre consagrados e novos, este fanzine tem tido bons resultados, quer no acolhimento obtido junto dos "tertulianos" leitores (vários estão a coleccioná-lo), mas também em termos de distinções obtidas exteriormente.
Efectivamente, o TertúliaBDzine foi premiado com o título de Melhor Fanzine, nos anos 2003 e 2004, pelo Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial