fanzines de banda desenhada

quinta-feira, abril 06, 2006

Funzip - nº 3 - Abril 06

Capa de Andreia Rechena

Ora aí temos nós, fanzinistas apreciadores de banda desenhada, mais um número, o terceiro, do Funzip, quase totalmente preenchido por bandas desenhadas de diversas correntes estilísticas, tantas quantos os autores nele representados.

Na contracapa que se reproduz, fica-se a saber, visualmente falando, quem são os colaboradores deste nº 3 do Funzip. A complementar, breves notas:

Álvaro apresenta a continuação da bd (mas ainda não fica concluída) a bd A Derrota dos Porcos (pranchas 5, 6, 7 e 8) em que a sua personagem "fetiche", o José Galhão (é de evitar chamar-lhe Zeca, porque ele não gosta do diminutivo, vá-se lá saber porquê) tem papel de relevo.
alvarossantos@yahoo.com http://www.geocities.com/xatoman3000/

Andreia Rechena é a autora de Soturn, o Mensageiro0, personagem que se move no estranho universo já característico da autora, no seu ainda breve percurso na Banda Desenhada.
yonisia_saturno@hotmail http://entropia.no.sapo.pt/portal/ilustraçao/andreia_rechena.html

Bruno Silva mostra em A Colmeia - episódio Cidades Flutuantes, um estilo bastante elaborado, preferenciando as vinhetas verticais, valorizadoras de uma atmosfera que se equilibra entre a Ficção Científica ("a nave move-se em velocidade ultra-sónica") e o Esoterismo
("a grandiosa Cidade dos Mestres da Alquimia").
http://entropia.no.sapo.pt/portal/autores/bruno_silva.html

Guilherme Mendes desenha "Lendária Glória", em traços elegantes, visivelmente filiados no estilo da Mangá, uma sequência que retrata um homicídio devido ao jogo massivo de realidade virtual.

Joana Lafuente, também discípula da cada vez mais absorvente onda da Mangá, é a autora de Matrika, uma banda desenhada surpreendente pela estranha ficção desenvolvida parcialmente em grandes planos, com excelente tratamento de tramas, e uma prancha (a quinta) de superior estética à base de forte contraste de negros, negativos e tramas.
http://www.fancylikeness.com/

João Sá-Chaves, um clássico tardio mas nem por isso menos interessante, traça pormenorizadamente um episódio de cariz histórico, localizado na região de Megara, no séc.IV a.C., a que deu o título de Empusa. E, como ele explica em rodapé, empusa significa mulher-vampiro.

Paulo Marques, cultor do estilo americano dos super-heróis embalados nos conhecidos "comics", activa em estilo dinâmico o Estranho, seu herói de estimação, no episódio O Mundo do Estranho. Pena que, comparativamente com a colorida versão internética, estas imagens em papel e a preto e branco percam muito da intensa vibração pictórica que o autor lhes imprime no seu "site".
http://omundodoestranho.no.sapo.pt

Ficha técnica
FunZip
Formato A5 - 32 págs incluindo capa e contracapa
Nº 3 - Abril 06
Preço: 1€50 (Preço especial na Tertúlia BD de Lisboa
e na Tertúlia Lisboa dos Fanzines): 1€)
Tiragem: 30 exemplares
Editor: Grupo Entropia
rua da cabine 1º esqº carapinheira 2640-308 mafra
email. entropia@tugamail.com

1 Comentários:

Às 11:26 da manhã , Blogger Paulo Marques disse...

Olá Lino! Muito obrigado pela inclusão do FunZip3, no teu blog sobre fanzines! Só para completar e em jeito de apreciação de um dos autores, este é decididamente o melhor dos três FunZips, sendo aquele em que já conseguimos adoptar um design mais leve e funcional, mas seguindo sempre o objectivo primordial, de divulgar a BD feita em Portugal e de dar visibilidade ao Artista português, com uma compilação diversificada de diferentes estilos e técnicas de criação de BD!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial