fanzines de banda desenhada

segunda-feira, fevereiro 20, 2006

Tertúlia Lisboa dos Fanzines - Encontro de 21 Fevereiro


The World of Fanzines - A Special Form of Communication é um livro importante para o conhecimento do fenómeno fanzinístico, além de ser um dos primeiros escritos acerca do tema, tendo sido editado em 1973.

Fredric Wertham (*), médico psiquiatra americano, foi autor de várias outras obras: "The Brain is an Organ", "Dark Legend", "The Show of Violence", "Seduction of the Innocent", "The Circle of Guilt", "The World Within" (com Mary Louise Aswell) e "A Sign for Cain".

Para os apreciadores de Banda Desenhada, Wertham é um nome com ressonâncias bastante controversas. O ataque que desferiu, no seu livro "Seduction of the Innocent", contra os "comics" americanos, considerando-os perniciosos para a juventude, acusando-os de males psicológicos causáveis aos leitores de bandas desenhadas de cariz violento e que à violência incitariam, teve influência no aparecimento do "Comics Code Authority", conjunto de regras que impunham normas moralizantes para os autores/artistas da Banda Desenhada americana.
Capa realizada por Roy G. Krenkel para o fanzine "Comic Fandom Monthly" (datado de Out. 1971), reproduzida no livro "The World of Fanzines", que Fredric Wertham terá consultado para tomar conhecimento de um fenómeno fanzinístico que tanto o surpreendeu

Curiosamente, numa fase já bem madura da sua vida - contava setenta e oito anos, quando foi editado o The World of Fanzines -, Wertham debruça-se sobre este
tipo de publicações onde, entre os seus temas, constava a Banda Deseenhada.

Obviamente que isso não implicou a alteração dos seus pontos de vista, mas é curiosa a forma positiva como encara os fanzines nesta obra inesperada na sua bibliografia.

É exactamente este aspecto que poderá ser debatido no encontro de amanhã, se houver interessados.

(*) Fredric Wertham (1895-1981) nasceu na Alemanha, em Munique. Estudou no londrino Kings College, e nas Universidades de Munique e Erlangen (ironia do destino: um homem, nascido alemão, que tanto atacou a BD, estudou na cidade universitária de Erlangen, que hoje é bem conhecida pelo seu importante festival de Banda Desenhada, provavelmente o mais importante que se realiza na Alemanha).

Terminou o seu curso em 1921 na Universidade de Würzburg. Em 1922 mudou-se para os Estados Unidos, onde obteve a respectiva nacionalidade em 1927.

The World of Fanzines: A Special Form of Communication", editado pela Southern Illinois University Press, em 1973. Esta é a data que consta no meu livro, contrariando a de 1974, registada num extenso e aparentemente bem documentado artigo escrito por Dwight Decker, consultável na Internet.

Este Dwight Decker, que em 1969 era um apreciador de fanzines, considerando-os veículos de expressão pessoal - ele próprio editor de um, intitulado "Torch" -, chegou a corresponder-se com Wertham, na mira de o entrevistar para aquele seu fanzine.

E o curioso é que o psiquiatra mostrou-se interessado no tema, tendo começado a contactar faneditores para lhe fornecerem os respectivos zines, tendo sido assim que obteve material para escrever o livro "The World of Fanzines".

7 Comentários:

Às 10:43 da manhã , Blogger mmmnnnrrrg disse...

e onde vai ser essa tertúlia?

 
Às 2:23 da tarde , Blogger O bibliotecário anarquista disse...

Ah grande Lino!... Tu não paras homem!?

 
Às 5:51 da tarde , Blogger Geraldes Lino disse...

Como não sei quem tu és, ó bibliotecário anarquista (adalquista:-), não sei se és meu amigo, e a tua frase tem, por ironia, um sentido positivo apesar do "não", ou se não me curtes, e queres que eu pare, nem que para isso me deixes cair um peso de uma tonelada em cima:-(

 
Às 5:53 da tarde , Blogger Geraldes Lino disse...

Ó mmmnnnnrrrg, a Tertúlia Lisboa dos Fanzines continua a ser no bar Estádio (no BA, claro)

 
Às 1:02 da tarde , Blogger mmmnnnrrrg disse...

...e este blog parou!? mau mau!!!

 
Às 5:19 da tarde , Blogger Geraldes Lino disse...

Olá mmmnnnrrrg. De facto, assim à primeira vista, pode fazer pensar isso.
O que acontece é que o meu projecto para este blogue tem a ver apenas com os fanzines de/com/sobre banda desenhada que foram sendo editados ao longo do ano.
Por isso ainda está tão vazio. Lá mais para a Primavera, o tempo torna-se mais propício para a colheita de zines :-)

 
Às 5:19 da tarde , Blogger Geraldes Lino disse...

Olá mmmnnnrrrg. De facto, assim à primeira vista, pode fazer pensar isso.
O que acontece é que o meu projecto para este blogue tem a ver apenas com os fanzines de/com/sobre banda desenhada que foram sendo editados ao longo do ano.
Por isso ainda está tão vazio. Lá mais para a Primavera, o tempo torna-se mais propício para a colheita de zines :-)

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial